Apresentação do Checador
Recomendamos primeiramente que você veja o vídeo de apresentação do sistema Checador, que esclarecerá muitos aspectos de suas funcionalidades:


Perguntas frequentes

Para que serve o Checador?
O Checador serve para identificar e eliminar e-mails inválidos a partir de uma lista de e-mails submetida.

Como faço para enviar uma lista de e-mails para o Checador?
A lista precisa ser enviada em um arquivo texto (.txt ou .zip) e é necessário que haja apenas um e-mail em cada linha do arquivo.

Quanto custa para analisar uma lista?
Nada. O Checador cobra apenas por e-mails inválidos que são removidos de sua lista. Você pode submeter gratuitamente uma lista com até 60 MB ou 30 MB se for compactada (.zip) para ela ser analisada. O Checador gera um orçamento para você, informando quantos e-mails serão eliminados de sua lista caso você execute a limpeza. Esse orçamento não tem nenhum custo.

Quanto custa para limpar uma lista de e-mails?
Quando você submete uma lista, um orçamento detalhado é fornecido, informando o valor para eliminar cada e-mail inválido. Há duas formas de contratar o checador:

1- Adicionando saldo
Nesse formato, você paga apenas por e-mail inválido removido de sua conta. Seu saldo fica disponível em sua conta para você usar quando quiser. O valor para cada e-mail inválido detectado é de R$ 0,0020;

2- Plano Premium
Contratando o plano Premium você pode validar quantas listas você quiser durante o período contratado (R$ 79,00 / mês, ilimitadas validações).

E se eu não quiser efetuar a limpeza ou não tiver saldo suficiente em minha conta?
Não tem problema. O arquivo que você submeteu é eliminado do Checador.

O que acontece quando executo a limpeza de uma lista de e-mails?
O Checador disponibiliza em sua conta um arquivo contendo a lista limpa, ou seja, sem os e-mails inválidos identificados. Disponibiliza também um arquivo com os e-mails inválidos, contendo também informações sobre o motivo de terem sido eliminados.

O que acontece com as listas de e-mail que envio para o Checador
As listas onde os e-mails inválidos são removidos ficam disponíveis para apenas você baixar, por meio de seu login e senha. Vários procedimentos de segurança são adotados para garantir que as listas não sejam acessadas por mais ninguém. Você tem a opção de eliminar permanentemente as listas já processadas, de modo que elas deixem de existir no sistema Checador.

O Checador distribui ou vende as listas de e-mail?
Não. O Checador é um produto da empresa LinkWS - www.linkws.com, no mercado desde 2002 e desenvolvedora de várias ferramentas renomadas no mercado, em especial, ferramentas voltadas para publicidade online. Dentre nossos principais produtos estão soluções para envio de e-mails (Carteiro Online, software Carteiro), mas note que não há na carteira de produtos da LinkWS qualquer serviço de venda ou distribuição de e-mails. A privacidade dos dados de nossos clientes é coisa muito séria para nós, e não estaríamos no mercado se não respeitássemos isso. Nossos clientes confiam seus dados em nossas soluções de envio de e-mails, dentre outras, justamente por saberem que somos uma empresa séria e honesta.

O Checador consegue identificar 100% dos e-mails inválidos?
Não. Isso seria impossível. Mas ele consegue detectar boa parte desses e-mails, aplicando diversos filtros técnicos, e alguns filtros com tecnologia exclusiva. E tudo é feito de forma transparente. Os e-mails inválidos identificados são disponibilizados em uma lista que você pode baixar, e nela tem o motivo de eliminação de cada e-mail filtrado.

Eu pago por cada e-mail da lista que eu envio para analisar no Checador?
Não. O Checador analisa sua lista gratuitamente e lhe dá um orçamento detalhado com a quantidade de e-mails inválidos identificados e o preço para eliminá-los de sua lista. Ou seja, só cobramos por e-mails inválidos que conseguimos identificar, e você sabe exatamente quanto vai gastar pela limpeza. E se você tiver um plano Premium, pode limpar quantas listas quiser durante o período contratado, usando todos os filtros disponíveis.

E se o Checador não encontrar e-mails inválidos em minha lista
Você não paga nada

E se o Checador encontrar e-mails inválidos mas eu não quiser pagar
Não tem problema. O Checador elimina a lista que você submeteu.

O Checador pode identificar um e-mail inválido erroneamente?
É muito difícil, mas pode acontecer. Alguns filtros, como por exemplo o filtro empírico, pode eventualmente falhar e identificar como inválido um e-mail que na verdade é válido. A probabilidade de erro, no entanto, é virtualmente nula e estatisticamente será irrelevante. Note também que você pode desmarcar um ou mais filtros, podendo deixar de aplicá-los na lista de e-mails que será processada.

O Checador envia mensagens para os e-mails validados para ver se eles existem?
Não. O Checador utiliza uma base de dados própria, obtida a partir de parcerias. Chamamos essa lista de lista negativa. Ao invés de conter e-mails válidos, nossa base de dados é repleta de e-mails inválidos, que foram usados para o envio de mensagens, mas retornaram erros explícitos de seus servidores. Além dessa base de dados exclusiva, aplicamos vários outros filtros que identificam e-mails inválidos por outros motivos, como por exemplo sintaxe inválida, e-mails de outros países etc.

Encontrei um software na Internet faz a validação enviando um comando ao servidor de e-mail...
Conforme explicamos no vídeo de apresentação do Checador, esse tipo de procedimento já está obsoleto faz muitos anos. Esse comando faz parte dos primórdios dos protocolos de comunicação por e-mail. Servia para "perguntar" ao servidor de e-mails se um determinado endereço existia. Desse modo, podia-se validar grandes quantidades de e-mail com rapidez e pouco tráfego de dados. Claro, esse procedimento foi amplamente usado por spammers, e essa funcionalidade foi retirada praticamente da totalidade dos servidores de e-mail moderno. A única forma realmente eficaz de se validar um e-mail atualmente é enviando um e-mail para ele. Se o servidor retornar uma mensagem explícita de erro, é porque ele não existe. Além disso, claro, podem ser usados procedimentos técnicos para validar e-mails com base em sua sintaxe e outros métodos.

Checador - Desde 2014 - Um produto da LinkWS - www.linkws.com